Aceitei Jesus quando fui entrando no carro da polícia”, diz assaltante capturado no esgoto

Após perseguição policial, por volta das 5h desta segunda-feira, 21, policiais militares prenderam dentro de um esgoto, um assaltante suspeito de praticar vários assaltos na região Norte de Mossoró. Também foi apreendido um adolescente, que é conhecido como “Rei do Crime”. Os dois foram detidos pelo Cabo Ocimar e Soldado Santos, do Ronda Cidadã.

Na Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (DEFUR), Silmário Daniel da Costa Alves, de 20 anos, deu uma declaração intrigante à imprensa: “Eu aceitei Jesus assim que eu fui entrando no carro da polícia”, disse ele.

Segundo o assaltante, que tinha saída da prisão há cerca de dois meses, no tempo que estava em liberdade, ele procurou emprego, mas não encontrou. A única solução foi assaltar, disse ele.

“É que eu tinha acabado de sair da cadeia e estou sem dinheiro, sem nada, eu tentei, faz dois meses que eu estou solto, tentando e nada, se eu disser a senhora que eu aceitei Jesus assim que eu fui entrando no carro da polícia, estou arrependido demais, isso aqui num é vida pra ninguém não”, afirmou o assaltante em entrevista à jornalista Adriana Mendes, da TV Terra do Sal.

A Polícia Militar explicou que foi acionada para a ocorrência de assalto próximo a Gelice, no Barrocas. Como já sabia a rota dos assaltantes, decidiu ir ao sentido contrário e acabou se deparando com a dupla suspeita. No caminho, os dois acabaram caindo em um esgoto, foi quando a polícia prendeu a dupla.

Silmário e o adolescente fizeram vários arrastões no início da manhã no Barrocas. Eles estavam assaltando pessoas que saíam de casa cedo para trabalhar. A polícia conseguiu recuperar duas motocicletas, celulares e uma revólver calibre 38, usado para fazer os assaltos.

Na delegacia, as vítimas reconheceram os assaltantes. O adolescente foi conduzido à Delegacia Especializada de Atendimento ao Menor Infrator, onde foi autuado por crime análogo a assalto a mão armada.

De acordo com o delegado da DEFUR, Luiz Fernando, o menor já estava sendo investigado pela prática de arrastões ocorrido há algumas semanas. A PM disse que ele é conhecido no Barrocas como “Rei do Crime”.

Silmário foi preso em 2015, segundo ele, por roubar um celular. Passou um ano e dois meses preso e saiu. “Levei uns tiros e fui preso de novo, consegui provar que era inocente e saí […] se Deus quiser, Deus é bom, Deus vai me ajudar”, concluiu.

O assaltante foi autuado por assalto à mão armada. Após procedimento na delegacia, ele foi conduzido para a Cadeia Pública de Mossoró.

VIA MOSSORÓ HOJE

Deixe uma resposta