Com greve de caminhoneiros, botijão de gás é vendido por até R$ 120 em Natal

A falta de gás de cozinha, causada pela greve dos caminhoneiros, que chega ao 9º dia nesta terça-feira (29), vem causando transtornos a população Potiguar, fazendo com que moradores busquem alternativas pra conseguir cozinhar como fogão a carvão. Em Natal, o botijão de gás vem sendo vendido até R$ 120,00.

Como vários caminhões com botijões de gás liquefeito de petróleo (GLP, o gás de cozinha) estão retidos em bloqueios nas rodovias do estado, muitas distribuidoras de gás começam a ficar sem produtos em toda a Região Metropolitana de Natal.

O sindigás ressalta, ainda, a necessidade de que a Polícia Rodoviária Federal, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Exército Brasileiro e os caminhoneiros reconheçam que o GLP é “um produto essencial para o bem-estar da população” e, portanto, permitam que os caminhões com botijões passem

Deixe uma resposta