Maurílio Pinto sofre nova amputação e precisa de doações de sangue

O delegado aposentado da Polícia Civil, Maurílio Pinto de Medeiros, 76 anos, passou por outra cirurgia, nessa sexta-feira, para amputar, desta vez, a perna esquerda. Há uma semana, ele retirou um dos dedos do pé, mas a infecção não regrediu com os antibióticos.

Maurílio segue internado desde o último dia 27, na UTI da Casa de Saúde São Lucas, devido às complicações do diabetes, e precisa de doações de sangue de qualquer tipo, que pode ser feita na Hemovida, situado na avenida Nilo Peçanha, 199, em Petrópolis. Antes da coleta é necessário informar quem é o beneficiado.

Segundo a filha de Maurílio, Ana Cláudia Medeiros, o estado de saúde dele é considerado estável. “Após a cirurgia, os médicos seguem um procedimento de aguardar 48 horas para avaliar se há ou não complicações. Meu pai está sedado e um novo boletim deverá sair neste domingo. A família agradece as orações e palavras de carinho e fé que vem recebendo. Também somos muito gratos a quem puder doar sangue”, explicou.

Com 49 anos de serviço prestado à Segurança Pública do Rio Grande do Norte, Maurílio Pinto de Medeiros, encerrou aos 70 anos suas atividades, encerrando aposentadoria compulsória na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap). Também conhecido por ‘Xerife’, ele foi responsável pela prisão de centenas de criminosos de alta periculosidade e atuou com êxito na elucidação de vários casos de repercussão pública, a exemplo de resgates de sequestrados no Estado.

VIA MOSSORÓ HOJE

Deixe uma resposta