Ensino médio do RN é considerado um dos piores do Brasil, aponta MEC

O Rio Grande do Norte tem o terceiro pior ensino médio do País, segundo os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 3, pelo Ministério da Educação.

O índice analisa o desenvolvimento da educação nas redes pública e privada. Em 2017, a avaliação geral do ensino médio potiguar foi de 3,8 pontos. A nota foi pior ao se analisar os apenas os dados da rede estadual (2,9). Com isso, o Rio Grande do Norte teve o terceiro pior resultado em todo o País, ficando à frente apenas de Bahia (2,8) e Pará (2,7).

Para os primeiros anos do ensino fundamental, a nota do Rio Grande do Norte foi de 5 pontos. O resultado foi melhor que a previsão (4,7), mas está bem abaixo da média nacional, que é de 5,8.

Os anos finais do ensino fundamental das escolas potiguares apresentaram um resultado pior em relação ao quadro nacional. A nota foi 3,8. A meta estabelecida para 2017 era de 4,3.

Em nota, a Secretaria Estadual de Eduação e Cultura (Seec) analisou satisfatoriamente o resultado. De acordo com os dados, o RN alcançou a nota 2,9 no ensino médio, crescimento de 0,1 em relação a 2015, registrando, em pontos, foi um avanço superior a nove estados brasileiros.
“A educação do RN continua apresentando resultados preocupantes, mas a rede estadual cresceu nos três níveis. Não tivemos tempo para maiores impactos que revertessem a tendência histórica perversa. Porém, pela 1ª vez, o ensino médio estadual saiu do intervalo de estagnação entre 2,6 e 2,8. Deslocamos para 2,9, e isso é muito importante”, avaliou Cláudia Santa Rosa, atual secretária estadual de Educação.

VIA AGORA RN

Deixe uma resposta