Brasil

Em agenda no RN, ministra da Saúde inaugura primeira policlínica regional do estado

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, participou desta nesta sexta-feira (20) em Caicó, no interior do Rio Grande do Norte, da inauguração da Policlínica do Seridó – a primeira no modelo regional do estado. Ela esteve ao lado da governadora Fátima Bezerra (PT) e de prefeitos da região no evento.

A unidade foi construída em parceria entre o governo do RN e 12 municípios, e vai ofertar diversos exames e consultas especializadas (entenda melhor mais abaixo). Ao todo, 190 mil habitantes serão abarcados pela policlínica, que passa a funcionar na próxima semana.

O custo mensal estimado da policlínica é de aproximadamente R$ 520 mil. Outro R$ 1,3 milhão foi aplicado na elaboração do projeto de reforma, execução das obras para adaptação do prédio e aquisição de equipamentos.

“Essa policlínica que está sendo inaugurada é justamente o exemplo do que defendemos como política de atendimento integral ao cidadão”, disse a ministra.

“Essa policlinica já nasce numa visão de regionalização que tem sido o trabalho feito aqui no RN e nós queremos fazer em todo o Brasil”, completou.

A ministra da Saúde também anunciou no evento a publicação da Política Nacional de Atenção Especializada em Saúde (PNAES), que dialoga diretamente com a política potiguar de consórcios de saúde.

Nísia segue no estado e cumpre agenda em Natal no sábado (20), quando participa do 31º Ciclo dos profissionais do programa Mais Médicos e do lançamento do Programa +APS Potiguar (Atenção Primeira à Saúde).

Consórcio
A unidade de saúde vai funcionar de forma consorciada entre o governo do RN e a prefeitura de 12 municípios.

A governadora Fátima Bezerra disse que o projeto para construção dessas unidades estava prevista para o primeiro mandato dela (2019 a 2022), mas que a pandemia da Covid impediu a realização da obra.

Segundo a gestora estadual, novas policlínicas serão construídas. “Vamos avançar para Assú, Pau dos Ferros, Canguaretama e outros mais”, disse a governadora.

Os 12 municípios que farão parceria com o governo são: Caicó, Currais Novos, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Jucurutu, São Fernando, São João do Sabugi, São José do Seridó, Serra Negra do Norte, Tenente Laurentino Cruz e Timbaúba dos Batistas.

“Os prefeitos sabem a dificuldade que é conseguir atendimento especializado, com pessoas necessitando todo dia, e isso agora vai mudar”, disse Judas Tadeu, prefeito de Caicó e presidente do Consórcio de Saúde do Seridó.

Policlínica
Segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), a previsão é de que cerca de 3 mil consultas por mês sejam oferecidas na unidade.

As especialidades serão: psiquiatria, oftalmologia/retinologia, cardiologia, neurologista, neuropediatria, endocrinologia, reumatologia, cirurgião vascular e angiologista.

Também serão disponibilizados exames de apoio diagnóstico, como ecocardiograma, teste ergométrico, holter, MAPA, ultrassonografia com doppler venoso, espirometria, exames de análises clínicas para apoio diagnóstico, além de atendimentos de fisioterapia, nutrição, psicologia e enfermagem.

“A policlínica vai dar acesso a um atendimento qualificado para toda a população desses municípios, dando um modelo de regionalização da saúde para todo o estado”, explicou Lyane Ramalho, secretária de Saúde Pública do RN.

A unidade, que fica no bairro Salviano Santos, é o primeiro resultado da política de regionalização da saúde pública através dos consórcios interfederativos de saúde (CIS).

A policlínica terá parceria também com a Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A instituição foi criada em 2013, na esteira do Mais Médicos e da interiorização da saúde, e já formou mais de 100 profissionais, a maioria deles do próprio Seridó e que seguem atuando na região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo