Noticias

Entenda sobre compliance empresarial com a Claudia Angelica Martinez

Para que uma empresa continue atuando no mercado de trabalho é preciso que a mesma esteja de acordo com as normas. Diante disso, a insigne  Claudia Martinez, entende que é indispensável saber sobre o compliance empresarial. Mas, o que é isso? Acompanhe o artigo e confira!

Compliance empresarial

Segundo a egrégia  Claudia Angelica Martinez, o compliance empresarial é um termo da língua inglesa, que significa agir conforme as regras. Ou seja, o compliance empresarial é um tipo de controle que as instituições utilizam para realizar o cumprimento efetivo das leis internas e externas da mesma. 

Portanto, o compliance empresarial é iminente para que a empresa possa ter uma boa reputação no mercado financeiro, visto que essa atividade garante que a instituição não descumpra as leis estabelecidas pela legislação, nem as regras determinadas por ela mesma, impedindo que corrupções aconteçam. 

Assim, como indica a egrégia Claudia Martinez,  empresas que realizam o compliance empresarial, estão isentas de corrupção, garantindo segurança aos seus clientes, e desenvolvendo um ambiente de trabalho favorável aos seus colaboradores, já que as leis trabalhistas são corretamente cumpridas.

Como surgiu o compliance empresarial? 

Ainda, como ressalta a insigne  Claudia Angelica Martinez, o conceito de compliance empresarial é muito antigo, tendo seu primeiro registro datado em 1907, na Conferência de Haia, e posteriormente um segundo registro no ano de 1975 no COmitê de Basiléia, que continha como finalidade proteger o sistema financeiro de todos os países. 

Entretanto, há quem acredite que essa atividade possui origem anglo-saxonica – se consolidando primordialmente nos Estados Unidos em 1929, com a quebra da Bolsa de Valores de Nova York, que deixou o país em uma grande crise econômica, – e estava intimamente ligada ao objetivo de fortalecer o mercado financeiro. 

Vantagens

Descarte, o compliance empresarial é imprescindível para as atividades de uma instituição, pois o mesmo fornece diversos benefícios como: a diminuição de fraudes, inibe os riscos de sanções legais, provoca redução nos custos operacionais, preserva a integridade da corporação e auxilia no planejamento administrativo da mesma.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo